seo-idosos-dentista

Dentista em casa oferece comodidade e atendimento humanizado aos idosos

Os cuidados com a saúde bucal são essenciais para evitar doenças que atingem o corpo todo e que podem se agravar devido ao envelhecimento

Após os 60 anos, devido ao envelhecimento, o organismo passa por diversas mudanças, entre elas, o aumento do risco de problemas bucais, como a cárie de raiz, gengivite, periodontite, entre outras. Alguns idosos sofrem com limitações para se deslocarem até um consultório odontológico. Pela falta de atendimento, estes problemas acabam surgindo.

Um novo conceito na odontologia é a solução para quem não consegue ir até o dentista, principalmente a terceira idade. Trata-se da odontologia domiciliar, serviço disponível para Bauru e região cujo objetivo é oferecer atendimento de crianças a idosos na própria residência ou em local que convier. Desde modo, é possível cuidar da saúde bucal da família toda, priorizando também os mais velhos que necessitam de cuidados especiais.

 

seo-menezes-dentista-em-casa

O cirurgião-dentista, Dr. Rafael Menezes, explica a importância deste atendimento. “Com o atendimento domiciliar, nós literalmente levamos o consultório até o paciente, o que facilita o acesso ao tratamento odontológico e colabora para, em alguns casos, minimizar o agravamento do estado de sua saúde geral do idosos, realizando todos os cuidados necessário para manutenção da sua saúde bucal desses pacientes através de um atendimento profissional, ético e humanitário”.

O momento de pandemia também exige cautela e permanecer em casa é essencial para evitar o contágio da Covid-19. Os idosos fazem parte do grupo de risco do novo coronavírus e, por isso, o isolamento social é importante. Mas, a saúde deve ser priorizada de maneira geral, inclusive a bucal.

“Neste sentido, a odontologia domiciliar segue rigorosamente todas as recomendações do Conselho Regional de Odontologia, Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde, fazendo a higienização e assepsia dos equipamentos e uso de equipamentos de proteção para evitar o contágio da doença, oferecendo segurança ao dentista e paciente”, detalha Menezes.

Doenças que dificultam a locomoção

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a população do Brasil é composta por mais de 28 milhões de idosos. Destes, 30,1% têm alguma dificuldade relacionada a locomoção. Algumas doenças, como derrames (acidente vascular cerebral), osteoporose, artrose, mal de parkinson e alzheimer trazem limitações.

Estas dificuldades são sentidas quando o idoso necessita sair de casa para realizar alguma atividade ou até mesmo um atendimento, por exemplo, o odontológico. Dr. Paulo Brambilla, médico geriatra, destaca a importância deste serviço para a terceira idade.

“Muitos pacientes acabam deixando de cuidar da saúde em geral, inclusive, a dental, pois não conseguem se deslocar até o consultório do dentista. Alguns dependem da ajuda dos familiares para essa locomoção. A odontologia domiciliar é uma solução para essas dificuldades. Desta forma, será possível incentivá-los a cuidar da saúde, além de receberem um ótimo atendimento em casa ou onde estiver”.

A terceira idade precisa de cuidados específicos em diversas áreas da saúde. As doenças ou infecções que surgem em decorrência da má higiene bucal podem trazer consequências sérias aos idosos. “Por isso, é tão importante buscar atendimento odontológico e cuidar da saúde bucal da mesma forma que procuramos um médico para cuidar da nossa saúde geral”, recomenda Dr. Paulo.

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.